© 2015 por Bebê Leitor. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Google+ Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon
Tags
Destaque

O que é o Bebê Leitor

1/1
Please reload

Leitura + fala: dez dicas práticas

05.04.2016

  

A leitura para o bebê deve ser sempre uma situação de cuidado e afeto. Se a sua preocupação ao  ler para o seu bebê é apenas com o desenvolvimento dele, por favor feche o livro agora e, juntos, tomem um belo banho. Refresque a cuca e entenda que a leitura pode ser um imenso prazer para toda a família - inclusive para aqueles que nem gostam tanto assim de ler... Mas supondo que a sua preocupação é com a qualidade da leitura que você realiza para o seu bebê, aqui vão algumas dicas que podem lhe ajudar a colocar prática alguns procedimentos que estimulam o desenvolvimento da comunicação oral e o conhecimento linguístico dos bebês de uma forma geral. Veja se elas fazem sentido para você. Recorri a várias pesquisas e também à minhas experiência como educadora e mãe, é claro.

 

1. EXPLORE O LIVRO ANTES DE LER. Leia o livro antes de ler para o bebê para avaliar se ele é interessante e se você gosta do texto e das ilustrações. Nada mais chato do que ler algo que não gostamos ou não nos identificamos. 

 

2. PREPARE A LEITURA. A leitura se torna mais estimulante para o bebê se o livro render conversas, muitas conversas. Tecnicamente, essas conversas são situações de interpretação do texto (e da ilustração) e você servirá como um modelo para o seu bebê. Leia o livro antes e procure antecipar aquilo que você irá comentar sobre cada página. Os comentários podem ser sobre o texto ou sobre as ilustrações. Escolha aquilo que te deixa mais confortável. Com o passar do tempo, o seu bebê dará dicas sobre aquilo que lhe chama a atenção.

 

3. DESENVOLVA UM ESTILO SÓ SEU. Crie um estilo próprio para ler para o seu bebê. Não tem regra. Tem gente que prefere uma leitura mais teatral. Eu gosto de ler com a minha voz séria e baixa. Mas preste atenção no tipo de texto. Ler uma poesia pode exigir uma entonação diferente daquela que a gente usa para ler uma história. Quanto mais você ler, mais você se tornará craque na leitura em voz alta, construindo um jeitão só seu. 

 

4. VARIE A POSIÇÃO DO SEU BEBÊ DURANTE A LEITURA. Ele pode estar no seu colo, com o livro na frente de vocês, e ouvir a história quase como um sussurro em seus ouvidos. Ele pode estar ao seu lado, os dois observando o livro do mesmo angulo. Você pode ler de frente para o bebê. Assim ele enxerga as expressões do seu rosto durante a leitura. E isso tem tudo a ver com as capacidades comunicativas dele. Você verá, o seu bebê começará a te imitar, abrindo e fechando a boquinha, sussurrando, emitindo gritos e barulhinhos...

 

5. LEIA LIVROS COM VOCABULÁRIOS VARIADOS. Fique de olho para que a biblioteca do seu bebê não tenha livros apenas com o mesmo tema. É importante variar, ter livros com temas diferentes. Quanto mais rico e variado for o vocabulário que o seu bebê tiver contato durante a leitura, maiores as chances dele conhecer e saber usar um maior número de palavras quando começar a falar. Não se preocupe com as palavras difíceis e seus significados. Explore os contextos. Procure relacioná-las com os acontecimentos do dia a dia do seu bebê. Estimule o bebê a recordar essas palavras quando encontrá-las em outros livros ou as vivências do bebê proporcionar essa recordação.

 

6. LEIA E RELEIA O MESMO LIVRO. Os bebês adoram que a gente repita a leitura de um mesmo livro. Maiorzinhos um pouco, essa diversão acaba virando uma necessidade e aos 2 ou 3 anos eles chegam a nos pedir para repetir eternamente as histórias, os livros, os filmes, as canções. Ufff! Esta repetição é fundamental no desenvolvimento do bebê. Permite que ele lembre, relacione, compreenda, compreenda melhor, relacione com mais coisas... Mas tenha bom senso, garanta que ele tenha contato com mais de um livro, voltando ao seu (ou ao dele) preferido vez ou outra.

 

7. CRIE UMA ROTINA DE LEITURA E NÃO TENHA EXPECTATIVAS. Crie uma rotina agradável e prazerosa de leitura para o seu bebê. Procure envolver todos que participam da vida dele. Além do papai e da mamãe, os irmãos, os avós, os tios e os cuidadores podem ler para ele. Tenha sempre um livro na bolsa e leia enquanto espera a consulta médica, o almoço na casa da vovó etc. e tal. Se conseguir, leia todos os dias... Mas não tenha expectativas em relação ao desenvolvimento imediato do bebê. Tenha certeza de que ele está aprendendo muitas coisas sobre os livros, a leitura e o mundo. Algumas você perceberá de imediato. Preste atenção no modo como ele segura o livro, virar as páginas, mexe a boquinha, coloca o dedinho no livro. Outras, porém, só o tempo mostrará. Ler um livro para o bebê é como plantar uma araucária. Só desfrutamos da sua sombra depois de vários anos...

 

Please reload