© 2015 por Bebê Leitor. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Google+ Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon
Tags
Destaque

O que é o Bebê Leitor

1/1
Please reload

Livros premiados para o bebê leitor?!

15.07.2016

  

 

Para o autor e para a editora, ter a sua obra aprovada por uma instituição que seleciona os melhores livros do ano é sempre motivo de muita alegria. Mais ou menos conhecidas, existem algumas poucas instituições no Brasil que se dedicam a avaliar as publicações infantis.

 

No eixo Rio-São Paulo, por exemplo, tem o Prêmio Jabuti agraciado pela CBL – Câmara Brasileira de Livros; o Selo Altamente Recomendado conferido pela FNLIJ – Fundação Nacional do Livro Infantojuvenil; e a Revista Crescer, do Grupo Abril, que todos os anos seleciona os trinta melhores livros infantis. Com abrangência nacional, o MEC seleciona e recomenda livros em programas como o PNBE - Programa Nacional da Biblioteca Escolar.

 

Embora todos eles sejam importantes, esses prêmios são desconhecidos da maioria dos leitores. Dificilmente encontramos nas livrarias as obras infantis que receberam o Jabuti ou o selo da FNILIJ. Se pedimos ao vendedor um livro recomendado pelo PNBE, é provável que ele nem saiba o que é esse programa. Por que será que isso acontece? Por que esses prêmios não ecoam na sociedade e ficam restritos ao meio editorial?

 

Falta de divulgação é uma resposta possível, mas a ausência de transparência no processo de seleção, para mim, ainda é o maior problema. Quais são os critérios? Quem são os avaliadores? De onde vêm a verba que financia essas premiações? Essas informações raramente são divulgadas e ficamos sem saber exatamente por que estas e não aquelas outras obras foram selecionadas.

 

Talvez por isso mesmo, pela falta de informações claras, é que esses prêmios sejam tão pouco significativos para nós, leitores e consumidores de livros. Vou voltar ao tema em outras ocasiões. Mas, por hora, o que eu sugiro é que prestemos mais atenção a esses e outros prêmios e comecemos a analisar quais são as obras, as editoras e os autores selecionados. Será fácil notar que a maioria dos livros premiados é de autor estrangeiro e que alguns poucos livros são pertinentes ao bebê leitor. Uma pena. Mas quem sabe o nosso olhar crítico, de alguma forma, ajude a transformar positivamente essas premiações!

 

Please reload