© 2015 por Bebê Leitor. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Google+ Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon
Tags
Destaque

O que é o Bebê Leitor

1/1
Please reload

Resenha: "No mundo do faz de conta"

12.01.2017

 

 

01

Por que ler?

 

Fê é autor e ilustrador. Seus livros são divertidos, repletos de humor. Irreverentes. Cheios de non sense que fazem todo sentido para a criança. Se pudesse, convidava ele para entrar numa máquina do tempo e visitar a sala da minha casa 12 anos atrás. A cena é de uma preciosidade que não tem tamanho: o pai lendo para os filhos e os filhos, um com 4 anos e outro com 10 meses, chorando de tanto rir. Tratava-se do "Livro da Com-fusão", escrito em parceria com Ilan Brenman. O que acontece quando se mistura girafa com cavalo? Um giravalo! Pronto. A risada era incontrolável. Com o Fê ao meu lado, na minha máquina do tempo imaginária, daria um abraço bem forte e diria: obrigada, o seu trabalho marcou a nossa família para sempre! Obrigada, obrigada, obrigada! Foi na última Bienal do Livro que me deparei com o título que por hora comento: "No mundo do faz de conta...". Fiquei absolutamente emocionada. Revivi todas as sensações daqueles tempos de filho pequeno: o humor, a brincadeira, a liberdade, a criatividade. Nesta obra, ele convida os leitores para imaginar os bichos todos sendo misturados: o leão mia, a baleia tem patas, o elefante voa... E isso pode? É claro que sim! Não precisa primeiro ensinar o jeito certo para o bebê? É claro que não! Humor é tudo na vida da gente. A leitura e os livros podem proporcionar bons momentos para se aprender a rir, para ter contato com o non sense, a liberdade de juntar, separar, misturar e fazer surgir algo novo. E os bebês vão entender? Tenho certeza de que o meu caçula, 12 anos atrás, não entendia nada. Nem conseguia imaginar o que era um giravalo. Mas a mãe com a vitrola sim. Afinal, que bebê não sabe o que é uma matrola?! De qualquer forma, o que meu bebê leitor aprendeu naqueles tempos foi ter humor. Até hoje ele é o rei da piada, daquela sacada desconcertante que quebra o gelo. E o trabalho do Fê ajudou na formação do meu bebê leitor bem humorado! Ah, só para ter uma ideia de quem é este autor-ilustrador (autoilustrator?!), basta dar uma espiadinha nas colunas do José Simão do jornal Folha de S. Paulo. Lá está ele, com seus desenhos colagens (desencola?!) ajudando a gente a entender um pouco sobre a baita nação-fusão que a gente vive. Ou pelo menos rir dela, não é mesmo?!

 

 

02

Como ler?


Leia sabendo que é um livro divertido escrito para estimular a criatividade da criança. Durante a leitura, convide o seu pequeno a imaginar outras junções extraordinárias. O cachorro pode miar? Já pensou se o bebê também voasse? A mamãe late? Imite os sons e os jeitos de cada bicho. Compartilhe os fatos da realidade, mas sem constranger. Diga, por exemplo, que o leão rosna e às vezes rosna bem alto. Não seria fofo se ele miasse como um gatinho? Se no final da leitura, o seu bebê começar a imitar os bichos, não se preocupe. É sinal de que ele compreendeu o espírito do livro e já está prestes a interpretá-lo de forma criativa Ou "criantiva", como o autor gosta de dizer.

 

 

03

Palavra da especialista

 

Humor é fundamental. E se ele chega até a criança através dos livros melhor ainda. Ideias irreverentes e divertidas ajudam a criança a ter um vocabulário mais amplo;  a compreender mais cedo as figuras de linguagem (as metáforas, as metonímias, as antíteses), fazendo um melhor uso da sua capacidade de se comunicar oralmente; a relacionar ideias e, mais adiante, a ser mais crítica. Isso tudo explicam os especialistas do Centro de Desenvolvimento Linguístico e do Pensamento de Vancouver, no Canadá. Brincadeira. Sou eu mesma quem digo. Nunca encontrei um pesquisador interessado em se aprofundar no papel do humor no desenvolvimento do pensamento infantil. Daria uma pesquisa ótima: observar ao longo de mais de uma década crianças e jovens lendo textos bem humorados para verificar o quanto seus cérebros se deixam influenciar. Logo, tudo isso é mais uma crença minha. Uma hipótese. Algo que se você resolver testar tenho certeza de que pelo menos a leitura em família será muito, mas muito prazerosa. E viva os livros do Fê!

 

 

04

Onde encontrar?

 

Encontrei o livro no estande da Ed. Paulinas na Bienal de São Paulo e não voltei mais a vê-lo. Nem nas livrarias físicas nem nas livrarias virtuais, salvo na Amazon. Nos tempos atuais de crise, ficará cada vez mais difícil encontrar livros nas livrarias, infelizmente. Não é culpa de ninguém. Nem da editora, nem da livraria. Muito menos do autor. Essa é a lógica do mercado editorial :(. Por isso insisto que todos os leitores formem uma parceria com um livreiro, de preferencia de uma livraria menor. Daí basta passar um email e encomendar a obra. Pode demorar um pouco para chegar, mas fica bem mais fácil. Esta obra, porém, trás uma novidade. Uma versão digital. Se você já está com o pé no futuro, por que não iniciar a vida leitora do seu bebê com e-books?! Ah, e trata-se de uma coleção, a Coleção Criantiva. Veja também os demais títulos que a integram: Brinconto, Ki-Som-Será?, O Reizinho Comilão e agora em março sairá o quinto livro "Cabe...".

 

 

05

Tome nota!

 

Título: No mundo do faz de conta...

Autor (texto e ilustração): Fê

Editora: Editora Paulinas

 

Please reload