© 2015 por Bebê Leitor. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Google+ Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon
Tags
Destaque

O que é o Bebê Leitor

1/1
Please reload

Resenha: "ABCDinos"

18.07.2017

 

 

01

Por que ler?

 

Dinossauros costumam fascinar as crianças e muitos adultos também. São grandes, feiosos e até assustadores, mas despertam a nossa imaginação sobre tempos remotos e, não sei bem por que, nos fazem querê-los por perto. E a indústria voltada para o pequeno consumidor explora esse fascínio oferecendo os mais variados produtos: do pijama à toalha de banho, passando pelas pelúcias até chegar às animações e aos livros. tem muita coisa de qualidade duvidosa, mas outras tantas são maravilhosas. “ABCDINOS” é uma dessas maravilhas, um livro especial por vários motivos. Primeiro por que seus autores são brasileiros. Luiz Anelli é um renomado paleontólogo que se dedica há anos à difusão do conhecimento científico junto aos mais jovens. Este não é o seu primeiro livro e dentre a sua bibliografia vale a pena conhecer também as obras que destacam a paleontologia nacional (isso mesmo, tem um monte de dinossauros em terras brasileiras). Depois por que o texto está em forma de poema, fruto da parceria com a Celina que, além de escritora, é uma livreira muito especial, cuja livraria se dedica essencialmente ao livro infantojuvenil. De forma semelhante ao trabalho de Lalau e Laurabeatriz na série Brasileirinhos, já resenhada aqui no blog, o livro traz um poema curtinho e uma breve descrição sobre cada animal. Isso permite que ele seja lido mais de uma vez, durante toda a primeira infância da criança. É um livro de referência e consulta. Isso mesmo: acriança pequena também pode ter uma biblioteca de longo prazo. Já pensou nisso? Pequenininha, a leitura será uma primeira aproximação ao tema. Mais tarde um pouco, ela poderá memorizar os poemas e aprender algumas das características dos animais. Caso aconteça dela se apaixonar pelos dinos, prepare-se: todo um universo se abrirá e, em minha opinião, toda a família terá a oportunidade de se aproximar da Ciência de forma divertida e instigante. Particularmente, adoro a Biologia e amo o texto informativo e essa obra delicada reúne esses dois elementos de forma extraordinária!

 

 

02

Como ler?

 

Não se assuste nem se deixe intimidar pelos nomes dos animais. Eles são mesmo a cara dos bichos: enormes e esquisitos. A arqueoptérix é uma das aves mais antigas. O irritator era um simples comedor de peixes do Nordeste brasileiro. Tem também o mamenquissauro, o notronico e o ovirráptor... Tantas sílabas e fonemas podem fazer o leitor, mesmo experiente, engasgar um pouco durante a leitura. Mas não desanime e muito menos acredite que o bebê não compreenderá aquilo que ouve. Quanto mais novinho, mais aberto está o cérebro do bebê para a captação dos fonemas. Quanto mais novinho, mais aberto ele está para aprender novas palavras. Não importa se bola ou tiranossauro. Então, aproveite este assunto tão maravilhoso para ampliar o vocabulário do bebê. Se o tema atrai a família, a leitura deste livro poderá também ser um primeiro passo na formação de uma biblioteca especial sobre o tema e também para o início de várias coleções, dentre elas as pelúcias e os bichinhos de plástico que representam a fauna pré-histórica. Adoro quando isso acontece com temas relacionados à Ciência e à natureza. parece até que a casa da gente vira um centro de pesquisa! Ah, e aproveite para explorar as ilustrações, em traços simples e tons fortes, do livro. Mostre ao bebê às diferentes formas dos animais utilizando também as informações do texto que descrevem cada um deles.

 

 

03

Palavra da especialista

 

Este é o primeiro livro feito por autores e ilustradores nacionais sobre dinossauros especialmente publicado para a criança pequena. Não é apenas pelo formato que o caracteriza como livro para bebê, pois o livro, com apenas 16 x 16 cm, é bem pequeno. Ou pelo seu acabamento: capa dura e papel com gramatura alta. Mas, principalmente, pela qualidade do seu texto: simples, mas altamente informativo. A leitura flui cheia de mensagens e assuntos para conversar com o bebê, permitindo que a obra permaneça em sua biblioteca por vários anos. Além de poesia e informação, a obra se organiza tal qual uma enciclopédia, abrangendo de A a Z um ou mais animais. Por isso é uma riqueza também na sua diversidade textual. E, como já dissemos, não se deixe inibir pelos nomes compridos e cheios de consoantes dos animais. Se pretendemos realmente que a leitura amplie o vocabulário da criança, temos que apostar que ela é capaz de lidar com palavras muito diferentes daquelas do seu cotidiano. Pode até acontecer que ela não saia reproduzindo os nomes dos dinos em um primeiro momento, mas tenha a certeza de que eles permanecerão em sua mente como um aprendizado importante, carregado de afetividade. A leitura deste livro ensinará a todos, crianças e adultos, que um texto com palavras mais difíceis não necessariamente é um texto ruim de ser lido. Pelo contrário, aventure-se você também e conheça o trabalho desta dupla de autores que se dedica à divulgar a paleontologia mundial e nacional junto aos jovens!

 

 

04

Onde encontrar?

 

O livro está à venda na livraria virtual da editora, a Peirópolis. Ao pesquisar sobre a obra, amei encontrar a informação de que Peirópolis é também o nome de uma cidade do interior de Minas Gerais famosa por suas descobertas paleontológicas. Tem até um Museu do Dinossauro! Fica a dica de passeio para os mais animados com o tema. Outra dica é dar um pulinho na Panapaná, a livraria da Celina que fica em São Paulo, para comprar o livro e conhecer as outras obras do Luiz, escrita para os maiorizinhos, que também tratam de paleontologia.

 

 

05

Tome nota!

 

Título: ABCDinos

Autores: Celina Bodenmuller e Luiz E. Anelli

Ilustradora: Graziella Mattar

Editora: Peirópolis

 

 

Please reload